Jornalista brasileiro cria mapa mundial de música de rua e ganha bolsa de empreendedorismo em Nova Iorque

Os próximos Eric Clapton, Bob Dylan ou Édith Piaf podem estar ao seu lado, tocando em alguma esquina ou estação de metrô, afirma o jornalista brasileiro Daniel Bacchieri, criador do StreetMusicMap, uma das plataformas mais ativas sobre música de rua do mundo.

Daniel Bacchieri

Daniel Bacchieri

“Todos esses grandes nomes começaram na rua, tem muita gente boa fazendo isso. Mas hoje em dia nós corremos tanto, que nem prestamos atenção nas coisas ao nosso redor”, afirmou o jornalista, em entrevista ao Centro Knight. Com o objetivo de dar visibilidade aos músicos de rua, Bacchieri criou o StreetMusicMap, um projeto que já reúne mais de 1.200 vídeos de artistas de 93 países.

Publicados no Instagram ou no site do projeto, os vídeos geralmente são curtos – entre 15 segundos e 1 minuto – e mostram músicos se apresentando em metrôs, praias, praças ou calçadas do interior e capitais do Brasil, bem como da Rússia, Vietnã, Irã, Sudão, entre outros países.

Além de fazer a gravação dos artistas que encontra, o jornalista faz pesquisas na internet, buscando vídeos de novos músicos e também recebe sugestões de colaboradores. O perfil do projeto no Instagram tem mais de 42 mil seguidores.

Para Bacchieri, o o StreetMusicMap é “uma reportagem diária sobre música de rua”. “Eu me considero um repórter não importa o nome do meu cargo, porque eu sempre busco contar uma história, quando estou produzindo, escrevendo ou gravando. No projeto, eu estou reportando o que a rua oferece, então é reportagem”, afirma.

O projeto é tocado com a própria renda do jornalista e no seu tempo livre. Natural de Rio Grande, no Rio Grande do Sul, Bacchieri trabalha como freelancer em São Paulo, fazendo produção audiovisual para documentários e publicidade. “Cada vez eu dedico mais tempo ao StreetMusicMap, cada hora de folga que eu tenho”, conta.

Por enquanto, o projeto não gera renda, nem para o jornalista, nem para os músicos. É justamente isso que Bacchieri quer mudar com o programa de Empreendedorismo em Jornalismo do Tow-Knight Center, da The City University of New York (CUNY).

Veja mais sobre essa notícia clicando AQUI.